CoronaVírus Ar Condicionado

A limpeza do ar-condicionado está entre os principais cuidados da manutenção preventiva, uma ação que tem como objetivo prevenir que o equipamento apresente falhas ou paradas inesperadas. Trata-se de um tipo de intervenção que deve ser realizado regularmente, garantindo a inspeção do aparelho e a realização de ajustes que visam a conservação do equipamento e a eliminação de aspectos que podem causar problemas.

Além da possibilidade de o dispositivo sequer funcionar, a falta de manutenção preventiva nos equipamentos de ar condicionado pode trazer uma série de prejuízos para o ambiente e para a saúde das pessoas, tais como: redução da renovação do ar, consumo excessivo de energia elétrica, diminuição da vida útil do equipamento, redução do conforto térmico e maior transmissão de doenças pelo ar.

Esses cuidados são tão importantes que existe até uma legislação que exige a realização da manutenção do ar-condicionado. Sancionada em janeiro de 2018, a Lei 13.589/2018 torna obrigatório que prédios públicos e privados coletivos realizem periodicamente a manutenção do aparelho, determinando também que os prédios devem ter um planejamento para manutenção, operação e controle dos climatizadores.

O objetivo desta lei é proporcionar qualidade do ar interno dos ambientes e minimizar possíveis riscos à saúde das pessoas presentes no local. Para isso, foram definidos requisitos específicos para controle de temperatura, umidade, grau de pureza e presença de partículas nocivas. Todas as edificações que instalarem novos equipamentos já devem seguir esta legislação.

Benefícios da limpeza do ar-condicionado

  • Redução do consumo de energia do equipamento;
  • Aumento da vida útil do ar-condicionado;
  • Melhoria da eficiência do dispositivo;
  • Redução dos ruídos emitidos pelo aparelho;
  • Maior conforto térmico;
  • Redução das falhas;
  • Ar mais saudável, puro e de qualidade;
  • Promoção da saúde;
  • Adequação do estabelecimento à legislação brasileira.

O uso do ar climatizado é muito utilizado no ambiente empresarial, principalmente vindo através de dutos de ar. O seu uso traz condições específicas de conforto aos colaboradores, mas a falta de limpeza pode comprometer a saúde dos ocupantes.

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), em 2016 as doenças respiratórias estavam entre as 10 principais causas de morte global. Este tipo de doença está ligado diretamente com a má qualidade do ar.

Assim como todos os outros sistemas de climatização, os dutos de ar devem estar em condições adequadas de limpeza, manutenção, operação e controle de acordo com a legislação.

A seguir, você entenderá um pouco mais sobre as leis que regulamentam a limpeza do ar e as normas utilizadas.




Comentários (0)


Deixe um comentário